quinta-feira, 3 de setembro de 2009

A Maturidade e a Mamãe (desenvolvimento)

- Quando você cresce, ou seja, quando você fica mais velho, você começa a perceber certas sutilezas da vida. Por exemplo: quando eu era pequeno, sempre cumprimentava a Mamãe com um beijo. Hoje, com meus vinte e poucos anos, já não me arrisco a fazer isso. Digo arrisco porque quando me atrevo a beijá-la, e esse deslize geralmente ocorre quando estou desligado da minha própria existência, ela, a Mamãe, pede-me DINHEIRO. Sim, digo a verdade. Mau encosto meus lábios filiais na maça direita dela e ela já dispara uma ordem fulminante: “Me dá R$ ..., aí!”. Por isso, não beijo mais a Mamãe... Ah, e nem se atreva a pensar que sou um sovina desgraçado e desnaturado, desconfiado leitor! Não deixo de beijá-la só porque ela “cobra” de mim o gesto afetuoso. Não a beijo mais por princípios, só por isso. Sim, princípios. Imagine: sou filho único, já recebi muito carinho, admito. Hoje, porém, afirmo, não recebo mais manifestações táteis de afeto. Um dos poucos gestos maternais que ainda recebo é ter comida preparada sempre à minha disposição e roupa lavada e passada, além, é claro, do teto que me abriga. TUDO isso já é prova suficiente de amor materno, podem dizer uns aí. Contudo, há outra coisa a levar em consideração: a convivência. Percebo que quanto mais fico mais velho, mais a Mamãe não me suporta. Ela me acha um chato, e sempre quando perguntam de mim, ela “carinhosamente” emprega esse adjetivo no lugar do meu nome. Ela SEMPRE diz: “Aquele chato ainda tá lá.” O chato dito com ênfase, entende? Por isso o itálico. Enfim, pode parecer até represália, mas não, é princípio. Como posso ser amável com alguém que me odeia? Sim, ela me odeia. Tenho provas! Hoje em dia, ela não sabe mais o que e nem como falar comigo. Aliás, conversar é algo que não praticamos há muito tempo. Ela me vê como a um estranho. Ela não me reconhece mais. E eu também não a reconheço... Bem, acho que isso já diz tudo. Mas, quando será que esse estranhamento começou a se manifestar? –