terça-feira, 15 de outubro de 2013

Dá trabalho ir trabalhar

Ir trabalhar dá trabalho
Quem aí pega condução
Sabe bem do que eu falo
Não se faça de rogado,
Transporte público
Em São Paulo
É uma merda!
É um sofrimento du’caralho
Para quem o pega a todo horário.

Não adianta muito acordar cedo
Se ele não se atrasa, ele quebra, o desgraçado.
E todo mundo aqui tá ligado!
Se ele vem assim sempre lotado
É porque o danado tá defasado
Ele não suporta mais gente que dá duro no trabalho
É tanta gente assim decente que ganha o salário suado
Que, quando entra em uma condução,
Às vezes perde a razão, perde o juízo,
Mó confusão!!
Diante de tanta gente assim indecente,
Pois lá dentro esses se apertam,
Se espremem bem,
Se esfregam todos e
Suam muito pra burro também.

A vida é dura de injusta
Para aqueles que escolheram
Trabalhar correto em vez de roubar direito.

Todo dia é sempre assim:
Dá trabalho ir trabalhar.

Nunca isso aqui há de melhorar!
O nosso transporte público é um dos piores do mundo
Mas tem algo aqui que todo mundo aí tá cansado de saber:
Se quebrarem uns e outros por lá,
Veja só que coisa linda pode acontecer:
A condução funcionará direitinho,
Bonitinha se moverá,
Pois é de medo que esse serviço engrena
Rodará redondinho que dará gosto ver
Basta mover uma ação
Quebrar tudo é opção
Condene se necessário for,
Reprove a todo vapor,
Manifeste-se, por favor!
Não basta uma greve a cada estação
A solução é lutar por um direito
Que dizem estar na constituição
Bobagem,
Vem mesmo do coração
Essa bomba-relógio de centro-esquerda.