segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Nada com nada

Não te chamaram,
Preferiram fazer sem você,
Você foi rejeitado,
Talvez até nem pensaram em você.

Fizeram o que tinham de fazer,
Mas sem você.
E você o que fez, hein?
Nada! Você não fez nada!!

Você ficou inerte, apático,
Você ficou se lamentando
Na lama do acaso vago.

Vacilão! Não percebeu ainda
Que é você mesmo o responsável
Por tudo que acontece? Esquece.