segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Frustrado

Queria eu tanto
Aquele corpinho só pra mim,
Mas a dona ignorou meu pranto
E me deixou na mão assim.

Maquinei planos,
Bolei estratégias a rodo,
Mas nem com engodo
Cheguei próximo ao ânus.

A desejada me chutou,
Deixou-me de canto de castigo
E sozinho fiquei sem alívio.

Mais um dia fiquei sem meu vício,
Mais um dia não fiquei contigo,
Mais um dia a punheta não me bastou.