sexta-feira, 3 de outubro de 2014

De saco cheio da rede que se esvazia

Cansei da tal felicidade dos outros.
Tudo que vejo compartilhado
É um estorvo!
Ou coisa de louco.

Cansei de ver o que não devo.
Tudo assim exposto
Dá medo!
Eu não mais aguento...

Vou me desligar de tudo isso!
Vou tentar me esquecer daquilo...
Não tô afim de mais nada.

Não vejo mais graça
Na tentativa frustrada
De se mostrar realizada nessa grande farsa.