sábado, 14 de fevereiro de 2015

Um homem por completo

O namoro ia bem. Os dois pombinhos se mostravam felizes e satisfeitos consigo mesmos. Nada parecia abalar aquelas caras-metade perdidamente apaixonadas. Mas teve um dia, fatídico dia, em que a mulher desejou ter mais. Ela queria o lado mal do homem que lhe fazia bem, muito bem. O homem ficou preocupado, meio abalado com o pedido da mulher. Entretanto, cedeu aos desejos de sua amada. E, mesmo violentada, cheia de dores e hematomas, a mulher nunca foi tão feliz em sua vida. Ela enfim conseguira um homem por completo.