quinta-feira, 26 de março de 2015

Rolo desenrolado

Eu nunca disse "adeus". Eu sempre dizia "até breve". Porém, teve uma que não pude dizer uma coisa nem outra. Ela me fazia bem me fazendo mal, entende? Então, disse-lhe "fica". Mas ela se foi sem ao menos me dizer "sinto muito".