quinta-feira, 15 de outubro de 2015

MEU CERNE

Foto: @ladzinski


espírito meu vagueia pelo firmamento
perdido no infinito,
meu espírito livre se locomove tranquilo pelo ar,
que nem Cervo a pastar sossegado
em paragens etéreas ao luar.

porém, espírito meu é Servo do Tempo,
ou do tempo ele se serve – eu não me lembro...
só sei que ele não se mede em milésimos de segundos,
meu espírito apenas de Eras se permite avaliar.

meu espírito insiste em reencarnar –
a Felicidade não lhe é suficiente;
meu espírito é errante desde o nascimento.