quarta-feira, 27 de abril de 2016

VELHO CORDEIRO DO MAR

Passada a tormenta
Vem ótima senda
Que só se faz benta
Na luta retunda.

Parece absurda,
Mas é coisa santa.
Não é vagabunda
Por parecer monta.

Eu digo bem dito
Pra não soar maldito
Ou trágico-tolo.

Sem dolo nem bolo,
Maré vem: atrito.
A vida e o luto.