segunda-feira, 20 de junho de 2016

INVERNO

Inverno chega devagar,
Chega se estendendo todo,
Livre, leve e solto
No ambiente chamado lar.

Inverno fica e causa pesar.
Quem bem te conhece,
Jamais se esquece
Da dor que nos faz passar.

Inverno não é Inferno,
Mas queima a pele;
É gélido da carne que tenta se requentar.

Inverno na cidade grande, dizem
Que é chique, bem, mas, veja bem,
Não é nada disso, não. É dor, irmão.