terça-feira, 25 de julho de 2017

A CASA DA GENTE É DA GENTE MESMO?

Toda casa é um refúgio,
Um lugar para se estar
E que dá gosto ficar.
Porém, como isso fica
Se um bendito não
Aprecia sua estada
Na própria casa?
Quando a casa é cativeiro,
O que deve fazer o preso?
Sair, ir embora, é
A resposta mais óbvia.
Contudo, nada é tal simples,
Nem mesmo um picles!
Repito: toda casa é um refúgio.
Vai ver, quem não se sente bem por lá,
É invasor e só causa dor.