quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

PATINHO FEIO

Foto: @oldkyrenian

Havia graça no seu jeito,
Apesar de ser muito feio...
A criatura era só arreio
Diante de qualquer feito.

Então, belo dia, fugiu torto e a direito,
Pensando que, por ser assim, não tinha meios.
Foi-se pra bem longe e fechou seu peito –
Sozinho se pôs cheio de receio.

Anos de auto-isolamento
Só lhe trouxeram sofrimento –
Sua própria vida quis por fim.

Porém, novo dia, se viu não tão ruim.
Viu a si radiante e bem bonito.
E achou assim, dentro de si, aquilo que era bendito.