quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

MUNDO DE GENTE

No mundo dos excessos,
Quem não tem nada
É mais feliz,
E nem sabe.

No mundo das crises,
Quem recria
Tudo a sua volta
É deus de si mesmo.

No mundo perto do fim,
Quem morre
Nem se dá conta
E quem sobrevive
Ainda luta
Mais um dia
Pra pagar as contas.

Neste mundo de hoje,
O ontem é melhor
Do que o amanhã
Que não nos pertence.

- Tolos!
Não sabem de nada do tempo
Que escorre
Complacentemente
Enquanto se perdem
Em seus pequenos devaneios virtuais.

O mundo
Que a gente vive
É muito mais
Que isso
Que a gente é.
Basta se abrir
Pra ver.
Basta querer.