quarta-feira, 30 de novembro de 2016

AQUILO MARAVILHOSO

Se pequeno,
Acham bonitinho,
Uma gracinha
Até o verem erigir.

Se grande,
Adoram,
Fazem fila,
Mas incomoda um pouco,
Dizem as sinceras feministas.

No mais, o que importa
É a resistência do bicho.

Se pouca,
Ficam chateadas,
Fingem compreender;
Não satisfazer
Não é poder.

Se muita,
Nem tem o que dizer,
Só sorrisos,
Pedem bis por mais foder.